Juiz Exuense, o mais ameaçado do Brasil e se filiará ao PDT dia 11

No começo de junho, EXPRESSO revelou que o PDT flertava com o juiz federal Odilon de Oliveira. O namoro acabou em casamento. No dia 11 de novembro, ele se filiará à legenda com a pretensão de ser candidato ao governo de Mato Grosso do Sul.

A filiação de Odilon Oliveira, famoso por decisões contra traficantes de drogas, como Fernandinho Beira-Mar, será importante para Ciro Gomes, pois o pré-candidato da sigla à Presidência da República terá palanque no estado.

No dia 23 de fevereiro, Odilon de Oliveira recorreu ao Facebook para um desabafo. Numa mensagem aos quase 17 mil seguidores, disse que se sentia “saturado pela hipocrisia da Justiça Penal brasileira” e anunciou sua aposentadoria depois de 30 anos como juiz federal. Doutor Odilon, como é conhecido, é um dos magistrados mais ameaçados do Brasil.

Aos 68 anos recém-completados, o exuense já condenou centenas de narcotraficantes com atuação na fronteira do Brasil com Paraguai e Bolívia. Mandou prender o carioca Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. E o paranaense Luiz Carlos da Rocha, o Cabeça Branca, considerado pela Polícia Federal o maior narcotraficante internacional do país. Sob o risco de perder a escolta armada que o acompanha há 18 anos, Odilon cogita se candidatar.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Roberto Gonçalves/ÉPOCA – Coluna Expresso – Nonato Viegas