Criança encontrada morta em sala de aula no centro de Petrolina

crime (1)

Uma noite de pânico e terror que ficará marcada para sempre em Petrolina. Uma criança de 7 anos de nome Beatriz, foi encontrada morta por trás de um armário em uma sala de equipamentos esportivos, no Colégio Maria Auxiliadora, localizado no Centro de Petrolina nesta noite de quinta-feira, dia 10 de dezembro

O crime ocorreu por volta das 22h30min. No momento, centenas de pessoas participavam da festa. A vítima estudava no colégio e era filha de um professor de Inglês, que dá aula na mesma instituição. Segundo informações da Polícia Militar (PM), Beatriz Angélica Mota, 7 anos estava acompanhada da mãe, Lúcia Mota, e do pai, Sandro Romildo, quando tudo aconteceu. O professor de Inglês precisou se ausentar para participar da cerimônia. Minutos depois, a mãe percebeu que a filha tinha sumido. Uma testemunha que estava na festa, e que preferiu não se identificar, contou como tudo aconteceu. “Já perto do final da festa, quando a banda tocava, o professor Sandro subiu ao palco, já bastante angustiado e começou a chamar pela filha.

A faca utilizada no crime, de tipo peixeira, foi encontrada cravada na região do abdômen da criança. A Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), Instituto de Medicina Legal (IML) e o Instituto de Criminalística (IC) foram acionados. A área foi isolada e foi feita uma varredura no colégio para tentar encontrar vestígios sobre o crime. A delegada responsável pelo caso, Sara Machado, informou que o número de crianças da mesma idade que estavam presentes era pequeno e que a mãe logo percebeu a ausência da filha, pois a menina permaneceu todo o tempo perto da família. A delegada afirmou ainda que o crime foi praticado de forma brutal e com intenção de matar.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Edenevaldo Alves

VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM