Velório e sepultamento da mãe do padre Paulinho em Ouricuri, marcado por comoção e emoção

DSCN3952

Na tarde dessa segunda-feira, 16 de maio, aconteceu o sepultamento da senhora Antonia Gomes Ferreira, popularmente conhecida como Dona Toinha, 86 anos, mãe do padre Vicente de Paulo, Padre Paulinho, da paróquia de Nossa Senhora do Carmo de Ouricuri.

Ela faleceu por volta das 22 horas do domingo, (15), após dar entrada na emergência do Hospital Regional Fernando Bezerra, no último dia 13 e realizar no dia seguinte, sábado, uma cirurgia, com sucesso, porém na noite de domingo, veio a falecer, sendo parte do velório, em sua residência na praça principal do bairro Santo Antonio.

DSCN3961

O padre Paulinho era muito ligado à mãe e durante a missa de corpo, celebrada na Matriz do Carmo lotada por paroquianos, familiares e amigos do padre e da Dona Toinha, celebrada pelo bispo Diocesno, Dom Mágnus Henrique Lopes, Padre Paulinho se emocionou quando antes da bênção final, usando da palavra, relembrou às pessoas que conviveram e ajudaram à sua mãe, sendo amparado por Dom Mágnus.

DSCN3957

A Matriz, ficou pequena para a quantidade de pessoas presentes à missa e muitas pessoas ocuparam as calçadas do templo.

No cortejo para o sepultamento no cemitério municipal de Ouricuri, uma grande multidão, lotou as ruas e avenidas por onde passou.

Na Capela do cemitério, mais homenagens de amigos, familiares e paroquianos, mais emoção e por fim a recomendação do corpo e o sepultamento.

DSCN3943

Muitos amigos políticos, pré-candidatos a prefeitos de Ouricuri estiveram no velório e no sepultamento, a exemplo de Juarez Saraiva, Assis Júnior, Lenarth Coelho, Guga Coelho, os prefeitos de Bodocó, Danilo Rodrigues e de Moreilândia, Jesus Felizardo, além do prefeito de Ouricuri, Cesar de Preto, que inclusive ajudou na condução da urna no percurso até a igreja matriz.

DSCN3968

Vereadores de cidades onde o padre Paulinho passou e amigos padres de outras paróquias, a exemplo de São Sebastião, representada pelo Frei Thiago e Frei Maninho, dentre outras da Diocese de Petrolina e Salgueiro e outras cidades se fizeram presentes para dar apoio fraterno ao padre Paulinho e dar o último adeus a Dona Toinha.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro

VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O SITE
VISITE O SITE