Tropa de Elite do Sertão de Pernambuco será prestigiada com mais estrutura e passará a condição de batalhão especializado

IMG-20151010-WA0033

O CIOSAC não será extinto. Como uma incontestável forma de reconhecimento aos relevantes serviços prestados pelo CIOSAC – Companhia Independente de Operação e sobrevivência em Área de Caatinga, no combate a criminalidade no interior de Pernambuco, o governo do Estado encaminhou proposta a Alepe, propondo a conversão dessa tropa de elite no Batalhão Especializado de Policiamento do Interior, (BEPI), cuja a área de atuação se estenderá para o agreste e zona da mata.

IMG-20151010-WA0034

Com essa medida, o Estado irá investir em pessoal e meios, uma vez que será agregado ao efetivo da CIOSAC, mais de 320 policiais militares que já estão sendo preparados desde março deste ano em técnicas especiais, além disso toda a frota de veículos 4 X 4, está sendo ampliada para 46 viaturas, número que praticamente triplica  todo aporte já existente.

O Tenente-Coronel Jamerson Pereira de Lira, comandante da CIOSAC, afirma que tal medida tornará essa unidade especializada ainda mais forte e eficiente para continuar a história de sucesso. Ele ainda tranquiliza toda a população sertaneja de que não haverá extinção do efetivo, apenas uma mudança de sigla.

Espera se com essa medida, proporcionar a todo interior do Estado, uma tropa especializada a fim de combater com mais eficiência a criminalidade e trazer mais tranquilidade à população.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro

VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O SITE
VISITE O SITE