Pesquisadores alemães visitam o polo gesseiro do Araripe e participam de workshop na FIEPE

DSC_2572

O polo gesseiro do Araripe foi visitado por uma comitiva de pesquisadores alemães que integram a Câmara de Comércio e Indústria Brasil, Alemanha,  instituição que tem por objetivo a atração de investimentos e a ampliação do comércio bilateral. A ação é uma iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco – FIEPE.

DSC_2403

As visitas técnicas aconteceram antes de ontem, quarta-feira, dia 09, e a comitiva conheceu todo o processo que vai desde a extração da gipsita até a fabricação do gesso e de seus pré-moldados.

Segundo Philipp Hanh, representante da Câmara Brasil – Alemanha, o polo gesseiro tem muito potencial econômico e através das atividades promovidas pela Câmara Brasil – Alemanha, haverá novas oportunidades de melhoria produtiva e melhor destinação dos resíduos sólidos.

DSC_2519

De acordo com a diretora regional da Unidade Sertão do Araripe da FIEPE, Ceissa Costa, a visita técnica serviu como primeiro contato dos pesquisadores com toda a cadeia produtiva do polo gesseiro. “A partir de agora serão desenvolvidas pesquisas, especialmente na área dos resíduos sólidos, que futuramente serão replicadas para as empresas do setor, melhorando assim a parte ambiental das empresas”, destacou.Além da comitiva alemã, uma equipe do Colegiado Acadêmico de Engenharia Elétrica da UNIVASF formada pelos professores Rodrigo Ramos, Ricardo Prates, Isnaldo Coêlho e Andrea Ferraz acompanhou as visitas e uma parceria entre a Universidade de Stuttgart na Alemanha e UNIVASF está sendo preparada para trazer novas pesquisas para as indústrias gesseiras.

Além das visitas realizadas na Mineradora Rancharia e Gesso Mineral em Araripina e Gesso Aliança em Trindade, os pesquisadores apresentaram um workshop no auditório da FIEPE. Com o tema “Soluções ambientais e energeticamente sustentáveis para a indústria gessseiera”, o encontro com empresários, pesquisadores e universitários, teve a palestra do Chefe do Departamento de gestão de recursos e resíduos industriais da Universidade de Stuttgart, Dr. Gerold Hafner. Representantes das empresas Konus Icesa e Sunlotion também apresentaram iniciativas na área solar que podem ser aplicadas às indústrias do setor gesseiro.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Jorge Possetti

VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O SITE
VISITE O SITE