Morre Osvaldo Coelho, um mito da política petrolinense e nacional

osvaldo (1)

Considerado o Pai da agricultura no sertão, Osvaldo de Souza Coelho, aos 84 anos de idade demonstrava ter uma vida ativa na política, mesmo passando por alguns problemas de saúde.

Ele não resistiu a um infarto fulminante na noite desse domingo, (01) de novembro, em Recife.

Com a saúde debilitada Dr. Osvaldo Coelho, como era carinhosamente conhecido vinha lutando a alguns dias contra problemas de saúde.

O corpo chegou a Petrolina e as 11 horas e 20 minutos, chegou ao local do velório, na biblioteca da Univasf, onde ao chegar a urna com o corpo, foi muito aplaudido pelos petrolinenses e amigos de outras cidades que admiravam as ideias, os trabalhos e as conquista de Osvaldo, não para ele, mas para o seu povo.

Osvaldo foi deputado federal por 3 vezes, foi ainda secretário da Fazenda durante toda a sua vida política lutou pela melhoria do sertanejo, suas lutas e conquistas serão eternamente lembradas.

Lideranças, políticos, amigos e admiradores fizeram questão de ligar para a rádio Grande Rio FM e prestar sua última homenagem ao grande sertanejo, que teve condição esteve pessoalmente participando do velório e dando o último adeus ao eterno deputado.

De Ouricuri, o vereador Edvaldo Torres, Cicero Campos, Luiz Américo, Chico Coelho, (ex prefeito de Ouricuri), dentre outros políticos e amigos que fizeram parte da vida de Osvaldo Coelho, demonstraram muito pesar pelo falecimento de Osvaldo Coelho.

O sepultamento de Osvaldo Coelho será as 17 horas dessa segunda-feira, 02 de novembro no cemitério de Petrolina.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro

VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O SITE
VISITE O SITE