DEPUTADO FALA EM GUERRA CIVIL SE LULA VENCER: ‘VOU PARA RUA E VOU EMPUNHAR ARMA’

Deputado estadual de Goiás reeleito, Amauri Ribeiro (União Brasil) conclamou eleitores do presidente Jair Bolsonaro (PL) a pegarem em armas e participarem de um golpe caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vença a eleição no próximo domingo dia 30. Tudo foi filmado e divulgado em redes sociais.

No vídeo, gravado em São Miguel do Passa Quatro (GO), no último sábado dia 22, durante ato em favor da reeleição de Bolsonaro, Amauri Ribeiro fala em guerra civil e ressalta ser reservista das Forças Armadas, dizendo estar apto a liderar uma guerrilha.

“Você está do lado errado. E deixa eu te falar: se o seu presidente [Lula] ganhar vai acontecer uma guerra civil no país e eu sou reservista. E se eu for convocado, eu vou para rua e vou empunhar uma arma. Deus que te livre de estar do outro lado nessa luta. E é isso que a gente tem que dizer”, afirmou o deputado.

Em nota, a assessoria do parlamentar goiano diz que ele “já serviu à aeronáutica e, como militar, caso haja qualquer tipo de conflito, e ele for convocado, servirá à Pátria. Caso as Forças Armadas sejam convocadas para restabelecer a ordem, em qualquer que seja a situação, o deputado não se oporia a empunhar uma arma”.

Amauri Ribeiro ficou conhecido nacionalmente há três anos quando, na solenidade de posse na Assembleia Legislativa de Goiás, fez questão de sentar na primeira fila com a esposa no colo. Ele também já foi investigado por espancar a filha adolescente, disse que uma vereadora de Goiânia merecia receber um “tiro na cara” e trocou socos com um adversário no meio da rua, em Piracanjuba, no sul goiano, onde foi prefeito.

Da redação do BLOG RADAR DE NOTÍCIAS – EMANOEL CORDEIRO/O TEMPO