Relator conclui relatório e pede cassação da chapa Dilma-Temer

dilma_e_temer-625x355

O relator da ação que julga a campanha vitoriosa de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Herman Benjamin, terminou por volta das 13h30 a leitura de seu voto e pediu a cassação da chapa. Este é o quinto dia do julgamento mais importante da sua história, que pode cassar a chapa Dilma-Temer, retirar do cargo o presidente Michel Temer (PMDB) e suspender os direitos políticos da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). 

Acompanhe a segunda sessão dessa sexta-feira, 09 de junho:

Segundo potagem de Magno Martins, o advogado José Eduardo Alckmin, (imagem acima), que representa o PSDB na ação por irregularidades na candidatura de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) no TSE, disse hoje que o partido ainda vai decidir sobre um eventual recurso em caso de condenação contrária à cassação da chapa. “Isso vai ser decidido pelo partido após a decisão do tribunal”, disse o advogado.

O TSE pode cassar o mandato de Temer, embora a tendência observada até agora no julgamento é de que isso não ocorra.
O PSDB e sua coligação nas eleições de 2014, a Muda Brasil, entraram com a ação no TSE em dezembro de 2014 alegando abuso de poder econômico e político pela chapa Dilma­Temer. Após o impeachment da petista em 2016, o PSDB tornou­-se o principal aliado do governo Temer.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Magno Martins