PROFESSORES DECRETAM GREVE E COBRAM REAJUSTE SALARIAL EM OURICURI E PREFEITURA REAFIRMA QUE DISCUTIRÁ AUMENTO EM MAIO

Os professores da rede municipal de Ouricuri (PE), no Sertão do Araripe, decidiram entrar em greve na próxima quarta-feira (4). Em assembleia realizada ontem (29), eles defenderam o reajuste de 6,81%, enquanto o governo oferece 1,81%.

Foi aprovado ainda, ocupação do auditório do Câmara de Vereadores na terça-feira (3) e passeata pelas ruas na quinta-feira (12). Nesta segunda-feira (2), os vereadores deverão se reunir com os professores.

O Sindicato da categoria disse que a greve só será suspensa com a aprovação da proposta de reajuste de 6,81%.

Depois do anúncio da greve, dos profissionais do magistério a partir da próxima semana, a Prefeitura de Ouricuri divulgou uma nota informando que o reajuste dos professores será rediscutido em maio. “A Prefeitura de Ouricuri promete averiguar a possibilidade de implemento dos valores já aumentados. Para isso, realizará um novo estudo financeiro e orçamentário, continuando as negociações com os professores e o respectivo sindicato da categoria”, informa a nota divulgada pela assessoria de comunicação.

A prefeitura argumenta que dificuldades financeiras estão travando o aumento reivindicado pelos professores. “As condições do município não são fáceis. Mesmo assim, iremos com muito esforço aumentar os salários. Os professores serão sempre valorizados pela gestão. Vale ressaltar que a prefeitura está aberta a sentar com as categorias, conversar e negociar”, destacou o Procurador Geral do Município, Wilker Ferreira dos Santos.

Durante assembleia realizada esta semana, os servidores das demais categorias aceitaram reajuste de 1,81% oferecido pelo governo municipal. O projeto de lei será votado nos próximos dias na Câmara de Vereadores. A correção salarial terá efeito retroativo a janeiro.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Roberto Gonçalves/Sindsep

SIGA-NOS NO INSTAGRAN RADAR DE NOTÍCIAS
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM