PROFESSORES DE OURICURI DECIDEM ACEITAR PROPOSTA DE REAJUSTE DO MUNICÍPIO

Em assembleia realizada na manhã dessa sexta-feira, 29 de junho, na sede do Sindsep de Ouricuri, os professores resolveram após discussão, aceitarem a nova proposta da prefeitura em pagar o restante do reajuste salarial em duas parcelas.

A assembleia inciou-se às 10 horas e 30 minutos com a leitura do Edital de Convocação pelo Secretário de Comunicação Luiz Arcenio.

Em seguida a Presidenta do SINDSEP Expedita Ribeiro fez a abertura da reunião e passou a palavra à Secretária Geral Fagna Leide, que fez a leitura da ata da assembleia anterior. Como não houve manifestação contrária, a ata foi aprovada.

A Presidenta apresentou a pauta da assembleia a ser deliberada. Disse que a Campanha Salarial 2018 atingiu o objetivo. Conquistando os reajustes salariais para todas as categorias, sendo de 1,81% para os servidores ainda no mês de março, retroativo a janeiro. Incluindo os ACSs e ACEs que estavam sem reajuste salarial desde 2014. Reajuste de 3% para os professores, retroativo a janeiro.

A partir daí o governo municipal, que havia se comprometido em no mês de maio retomar as negociações, passou a ficar em silêncio, apesar das várias tentativas do SINDSEP cobrando o restante do reajuste salarial para os professores de 3,81%.

A Presidenta explicou que diante do silêncio do governo, decidiu convocar assembleia, que aprovou calendário de manifestações em defesa da lei do piso, com paradas todas as quartas-feiras e manifestações de rua. Além de ocupar a Câmara de Vereadores todas as terças-feiras durante a sessão.

Dia 13/6 em frente a prefeitura com ocupação do prédio; dia 20/6 na Praça Frei Damião com denúncias públicas contra a gestão e no dia 27/6 passeata pelas principais ruas. Ainda visitação às escolas, onde comprovou-se adesão total dos professores às paradas.

No dia 26/6, pela manhã, o Prefeito Ricardo Ramos convidou a diretoria do Sindicato para uma reunião, que durou cerca de duas horas. Ao final o prefeito firmou compromisso com o SINDSEP de pagar o reajuste de 3,81% aos professores e parte do retroativo salarial. À noite, na Câmara de Vereadores, divulgamos da tribuna os detalhes da proposta aos professores e pedimos aos vereadores apoio na votação do acordo.

A Presidenta colocou a proposta em discussão. Alguns professores se manifestaram contrários. Mas a maioria se posicionou favorável a proposta.

A votação confirmou a tendência pela aprovação da proposta. Sendo 2% de reajuste retroativo a junho e de 1,81% retroativo a outubro.

O Projeto de Lei já esta na Câmara Municipal e deverá ser votado em sessão extraordinária ainda a ser combinada a data.

O Sindsep que a todo momento intermediou a negociação, se reuniu dois dias antes com o chefe do executivo para se chegar a uma conversa e em assembleia ficou acertada a proposta.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro