Nucleação causa polêmica, escolas desativadas e popular beneficiado

DSCN0145Na zona rural de Ouricuri, a nucleação que vem sendo realizada pela secretaria de educação do município, vem causando polêmica, (5), cinco grupos escolares foram desativados e os alunos estão concentrados em um único local, o detalhes é que esta residência é de um primo do gestor municipal e este teria sido beneficiado com a reforma da casa, enquanto as escolas desativadas aparentemente estariam em condição de receber os alunos, ou ao menos uma dessas ser reformada e servir para a nuclação. segundo relatos de uma das mães, a senhora Marli Barreto, que estava na escola, no exato momento em que nossa reportagem chegou ao local.

A convite do vereador Giba (PTB), a reportagem do BLOG do Emanoel Cordeiro e o BLOG do Cariri Filho, averiguou a denuncia feita por um morador da região, que falava da precariedade do local onde estaria havendo aula.

Flagramos no local, salas apertadas, sem ventilação e uma turma estudando em um alpendre e vários alunos tomando sol nas costas.

DSCN0144Procuramos a direção da escola, porém um homem se apresentou como sendo professor e dono da residência, que começou a falar que a situação estaria boa, com a nucleação, ao ser questionado sobre a situação da escola e se ele, o senhor de pré – nome Orlando, seria primo do prefeito municipal e teria sido beneficiado ele fugiu das perguntas, porém chegou a afirmar que seria responsável pela escola e lá não havia diretor.

No pátio da escola a senhora Marli, afirmou que o motorista que transporta os estudantes até a residência onde funciona a escola nucleada é dependente químico e põe em risco diariamente a vida dos alunos, ela disse ainda que apesar da situação ainda falta merenda escolar .

DSCN0143Na região dos “Patos”, os alunos estão estudando alojado em uma garagem também pertencente, segundo apurado na região, pertencente a outro familiar do chefe do executivo municipal. Um morador da região nos informou que a escola da localidade está aguardando por uma reforma prometida pelo executivo municipal.

Saindo da escola as equipes de reportagens foram até a residência da senhora Josilene Josefa de Souza, no Assentamento Maria Vieira de Matos, que disse estar decepcionada com a situação, pois com a nucleação perdeu o emprego de zeladora e mesmo pedindo para ter de volta seu trabalho, não foi atendida, apesar d ter apoiado politicamente o gestor. Ela também confirma a falta de merenda escolar na escola nucleada.

DSCN0150Confira:

Na seção da Casa Rodrigo Castor, utilizado o espaço do segundo expediente, o vereador Giba comentou o fato e pediu atenção do vereador Cléber Cunha, presidente da comissão de educação daquela casa.

DSCN0158Confira a fala do vereador Giba:

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro

VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O SITE
VISITE O SITE