Festa de Nossa Senhora do Carmo chega ao final com missa solene, procissão e pregação do bispo diocesano

DSCN0608

Depois de 9 dias de novena, muitas orações e bênçãos com a participação em massa dos fieis que lotaram todas as noites à praça da matriz, mesmo com noites de frio, vento e até chuva, o que ão inibiu a euforia dos devotos.

DSCN0680

A cada noite um celebrante diferente, uma pregador diferente, um verdadeiro retiro espiritual com o empenho de toda equipe de serviço que preparou cada celebração, chegando o último dia de festa nesse domingo, dia 16, dia da padroeira Nossa Senhora do Carmo, com a missa solene, celebrada às 10 horas da manhã, presidida pelo padre Paulo e concelebrada pelos freis Janaílson e Maninho, da paróquia de São Sebastião e o frei Zé Sérgio.

111a

À noite, o grade momento de fechar com chave de ouro, toda a programação, começando às 18 horas a celebração da Hora do Ângelos, pelo bispo, Dom Magnus, em seguida a procissão solene pelas ruas da cidade, onde uma grande multidão seguiu  em caminhada, cantando e rezando, pedindo a intercessão da Mãe de Jesus.

Em seguida a celebração eucarística, presidida por Dom Mágnus Henrique Lopes e concelebrada pelo anfitrião, padre Paulinho, além dos frades capuchinhos.

Com a pra totalmente tomada pelos fieis da cidade, das comunidades rurais e visitantes de outros municípios, devotos de Nossa Senhora do Carmo, onde aconteceu o encerramento de mais uma festa, com a homenagem de Jorge do Acordeon, que a convite do pároco e do bispo, cantou a “Ave Maria Sertaneja” abrilhantando ainda mais o término da festa.

Ao final o padre Paulinho, agradeceu aos participantes, que passaram pela igreja durante os festejos, os celebrantes, grupos de serviços e especialmente ao bispo Magnos Henrique Lopes, que em sus pregação, falou da importância do papel de Maria na salvação em  Cristo e o papel do cristão na sociedade e no lano de Deus.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro