CELEBRAÇÃO DO DIA DE SÃO JOÃO PARA OS CATÓLICOS CRISTÃO EM OURICURI – PE

Na paróquia São Sebastião, celebrações na matriz, igrejas e capelas, assim como na paróquia Nossa Senhora do Carmo, marcaram esse domingo, 24 de junho, dedicado ao profeta João Batista, primo de Jesus e o único Santo que se celebra a data de nascimento e segundo a igreja, o único profeta que anunciou Jesus e batizou o Santo do batismo, sendo seta para o Senhor

às 17 horas, a Santa Missa no Santuário de Frei Damião, celebrada pelo Frei Jorge Emanoel, (Frei Maninho), llcal que chama a atenção por ser santuário e pela vista que se tem da cidade de Ouricuri.

À noite, a celebração tradicional na matriz de Nossa senhora do Carmo, presidida pelo padre Vicente de Paulo, (Padre Paulinho), que mais uma vez reuniu centenas de pessoas na praça da igreja.

Na oportunidade, o padre Paulinho anunciou a proximidade da Festa da Padroeira, que terá início dia 6 e prosseguirá até o dia 16, cuja a abertura será presidia pelo padre Expedito, que se destaca por suas pregações e por cantar nas celebrações.

Leituras do dia: Isaías 49,1-6 /  Atos 13,22-26 e Lucas 1,57-66.80

Clique em continuar lendo e veja as leituras e a reflexão:

Isaías 49,1-6

Leitura do livro do profeta Isaías – 1Nações marinhas, ouvi-me; povos distantes, prestai atenção: o Senhor chamou-me antes de eu nascer, desde o ventre de minha mãe ele tinha na mente o meu nome; 2fez de minha palavra uma espada afiada, protegeu-me à sombra de sua mão e fez de mim uma flecha aguçada, escondida em sua aljava, 3e disse-me: “Tu és o meu servo, Israel, em quem serei glorificado”. 4E eu disse: “Trabalhei em vão, gastei minhas forças sem fruto, inutilmente; entretanto o Senhor me fará justiça e o meu Deus me dará recompensa”. 5E, agora, diz-me o Senhor – ele que me preparou desde o nascimento para ser seu servo – que eu recupere Jacó para ele e faça Israel unir-se a ele; aos olhos do Senhor, esta é a minha glória. 6Disse ele: “Não basta seres meu servo para restaurar as tribos de Jacó e reconduzir os remanescentes de Israel: eu te farei luz das nações, para que minha salvação chegue até os confins da terra”. – Palavra do Senhor.

Atos 13,22-26

Leitura dos Atos dos Apóstolos – Naqueles dias, Paulo disse: 22“Deus fez surgir Davi como rei e assim testemunhou a seu respeito: ‘Encontrei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que vai fazer em tudo a minha vontade’. 23Conforme prometera, da descendência de Davi Deus fez surgir para Israel um salvador, que é Jesus. 24Antes que ele chegasse, João pregou um batismo de conversão para todo o povo de Israel. 25Estando para terminar sua missão, João declarou: ‘Eu não sou aquele que pensais que eu seja! Mas vede, depois de mim vem aquele do qual nem mereço desamarrar as sandálias’. 26Irmãos, descendentes de Abraão, e todos vós que temeis a Deus, a nós foi enviada essa mensagem de salvação”. – Palavra do Senhor.

Evangelho de Lucas 1,57-66.80

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – 57Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho. 58Os vizinhos e parentes ouviram dizer como o Senhor tinha sido misericordioso para com Isabel e alegraram-se com ela. 59No oitavo dia, foram circuncidar o menino e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias. 60A mãe, porém, disse: “Não! Ele vai chamar-se João”. 61Os outros disseram: “Não existe nenhum parente teu com esse nome!” 62Então fizeram sinais ao pai, perguntando como ele queria que o menino se chamasse. 63Zacarias pediu uma tabuinha e escreveu: “João é o seu nome”. E todos ficaram admirados. 64No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou e ele começou a louvar a Deus. 65Todos os vizinhos ficaram com medo, e a notícia espalhou-se por toda a região montanhosa da Judeia. 66E todos os que ouviam a notícia ficavam pensando: “O que virá a ser este menino?” De fato, a mão do Senhor estava com ele. 80E o menino crescia e se fortalecia em espírito. Ele vivia nos lugares desertos, até o dia em que se apresentou publicamente a Israel. – Palavra da salvação.

Reflexão:

Na solenidade da natividade de João Batista, o evangelho não podia ser outro. Ele nos traz justamente o relato do nascimento do precursor, que tem muitos traços em comum com o do nascimento de Jesus. O nascimento de João é uma bênção para os pais, já idosos e Isabel estéril, e motivo de alegria para a vizinhança. Ainda hoje são João é celebrado com muita festa e alegria pelo povo brasileiro. O nome João, proposto pela mãe e confirmado pelo pai, significa “Deus é misericórdia”. Com a chegada de João, Deus confirma sua misericórdia para com os pobres. Eles são os portadores do amor misericordioso de Deus Pai. Lá nas periferias, longe do centro político e religioso, nasce a esperança do povo. Com o aparecimento de uma criança, surgem a esperança e a dúvida, o que será dessa criança? Sim, essa criança será o futuro anunciador da misericórdia divina e o precursor do Messias. Ele cresce e se fortalece no Espírito do Senhor e, no deserto, se prepara para assumir sua missão, que era preparar o povo para a chegada de Jesus. Abre os caminhos para que o Mestre chegue.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Pascom