Câmara aprova prosseguimento do processo de impeachment no Senado

Camara

Por 367 votos favoráveis e 137 contrários, a Câmara dos Deputados aprovou às 23 horas e 47 minutos deste domingo, dia 17 de abril, a autorização para ter prosseguimento no Senado o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Houve sete abstenções e somente dois ausentes dentre os 513 deputados. A sessão durou 9 horas e 47 minutos, a votação, seis horas e dois minutos.

Às 23 horas e 08 minutos, pouco mais de 40 minutos antes do fim da sessão, o voto do deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), completou os 342 necessários para a autorização do processo. Deputados pró-impeachment comemoraram intensamente no plenário e os deputados contrários ao impeachment apontaram injustiça contra a presidente.

Confira como votaram os deputados de PE na sessão do impeachment

A maioria dos deputados federais de Pernambuco votou neste domingo (17) pelo prosseguimento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Da bancada de 25 deputados, foram 18 votos pela continuidade do processo, seis contrários e uma abstenção.

A sessão começou às 14h deste domingo e terminou pouco antes da 0h de segunda-feira (18).

O primeiro discurso da sessão foi o do relator do processo na comissão especial do impeachment, Jovair Arantes (PTB-GO). Arantes defendeu seu relatório que recomenda a abertura do processo de afastamento da presidente da República e argumentou que Dilma cometeu “fatos gravíssimos, que atentam contra a Constituição”.

Na sequência, os líderes dos partidos fizeram o encaminhamento do voto para os correligionários. Saiba o que disseram os líderes favoráveis e contrários ao impeachment. Confira como votou cada um dos parlamentares do estado.

A favor do impeachment:

Anderson Ferreira (PR)

André de Paula (PSD)

Augusto Coutinho (SD)

Betinho Gomes (PSDB)

Bruno Araújo (PSDB)

Daniel Coelho (PSDB)

Danilo Cabral (PSB)

Eduardo da Fonte (PP)

Fernando Coelho Filho (PSB)

Gonzaga Patriota (PSB)

Jarbas Vasconcelos (PMDB)

João Fernando Coutinho (PSB)

Jorge Côrte Real (PTB)

Kiko Maniçoba (PMDB)

Marinaldo Rosendo (PSB)

Mendonça Filho (DEM)

Pastor Eurico (PHS)

Tadeu Alencar (PSB)

Contra o impeachment:

Adalberto Cavalcanti (PTB)

Luciana Santos (PCdoB)

Ricardo Teobaldo (PTN)

Silvio Costa (PTdoB)

Wolney Queiroz (PDT)

Zeca Cavalcanti (PTB)

Abstenção:

Sebastião Oliveira (PR)

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/O Globo

VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O INSTAGRAM
VISITE O SITE
VISITE O SITE