Rede vai ao STF contra liberação de emendas por Michel Temer

Congressistas da Rede protocolarão nesta 2ª feira (17.jul.2017) uma representação no STF (Supremo Tribunal Federal) contra o presidente Michel Temer. A acusação é de liberação de emendas parlamentares em troca de votos para rejeitar a denúncia enviada pela Procuradoria Geral da República.

Irão ao Supremo os deputados Alessandro Molon (RJ) e Aliel Machado (PR), e o senador Randolfe Rodrigues (AL). A entrega do documento está prevista para às 15h30.

Segundo a ONG Contas Abertas, dos 38 dos 40 deputados que votaram a favor do governo receberam emendas. O valor total: R$ 134 milhões às vésperas de uma das votações mais importantes para o Planalto.

Em junho, foi empenhado um total de R$ 2 bilhões para deputados de 27 partidos e bancadas estaduais.

Queremos impedir que Temer continue usando dinheiro público para obstruir a Justiça e permanecer impune com a ajuda do Congresso, afirmou Alessandro Molon.

Da redação do BLOG do Emanoel Cordeiro/Poder 360